Rute

 

 

Este livro é uma linda história de amor que aconteceu nos dias em que os juízes julgavam o povo de Israel, é impressionante ver que aqueles dias de grande escuridão espiritual para o povo hebreu, foi cenário para uma história de amor tão bonita. As escrituras nos apresentam nossa salvação e nosso relacionamento com o Senhor Jesus Cristo como um relacionamento de amor, quando estamos comprometidos com Jesus, Ele o noivo e nós a igreja sua noiva, o livro de Rute é um romance de redenção.

O propósito da Bíblia é nos fazer conhecer a história de redenção e o contexto histórico no qual o Redentor, por meio de quem recebemos a redenção veio. O livro de Rute é uma ilustração dessa redenção ou remissão, sua mensagem é apresentada na figura de um romance.

E sucedeu que, nos dias em que os juízes julgavam, houve uma fome na terra; por isso um homem de Belém de Judá saiu a peregrinar nos campos de Moabe, ele e sua mulher, e seus dois filhos, o nome desse homem era Elimeleque, e o de sua esposa Noemi e de seus filhos Malom e Quiliom, efrateus de Belém de Judá, foram para Moabe e ficaram ali, Elimeleque marido de Noemi morreu e ela ficou com seus dois filhos, eles então se casaram com mulheres Moabitas, o nome de uma era Orfa e o da outra era Rute e moraram naquele lugar por uns dez anos, então Malom e Quiliom também morreram e sobrou as mulheres sem os seus maridos.

Elimeleque significa: Meu Deus é o meu Rei, Noemi significa: contente, Malom e Quiliom em hebraico significa doente e fraco, Belém de Judá significa: Terra do pão e do louvor. Quando chegou a fome em Belém de Judá, essa família se mudou para Moabe cuja conotação é a figura do mundo e da nossa escravidão do pecado, os filhos de Israel não podiam viver lá, muito menos casar-se com uma moabita. Temos uma história de uma família pródiga que foi para Moabe e tempos depois voltou para casa de seu pai e os bons tempos foram restaurados.

Enquanto a família pródiga estava em Moabe, Malom e Quiliom doentes e fracos morreram, esperava-se que isso fosse acontecer, o seu pai Elimeleque também morreu, agora o foco está em Noemi, tinha duas noras moabitas.

Então ela se levantou com as suas duas noras para voltarem à terra de Judá, Noemi estava determinada a voltar à terra do pão e do louvor, ela se volta para suas noras e diz: O Senhor use convosco de benevolência, eu estou voltando para Belém, mas vocês não têm que vir comigo, no versículo nove ela diz: O Senhor vos dê que acheis descanso cada uma em casa de outro marido, naquele tempo casamento era considerado descanso para as mulheres, Noemi queria que suas noras encontrassem descanso casando-se novamente, ela as beijou e elas levantaram a voz e choraram, elas choraram bastante mesmo, elas disseram: Certamente voltaremos contigo para o teu povo, ao que Noemi respondeu: Voltai minhas filhas, por que iríeis comigo? Tenho eu ainda no meu ventre mais filhos para que vos sejam por maridos? Voltai minhas filhas, ide-vos embora, eu sou velha demais para ter marido, o que Noemi afirma no versículo treze, mostra como ela encarou tudo que passou: Mais amargo me é a mim do que a vós mesmas, por que a mão do Senhor se descarregou contra mim, ela pôs toda culpa no Senhor, levantaram a voz e tornaram-se a chorar.

Orfa beijou sua sogra e se foi, depois disso Rute se apegou a Noemi. Noemi respondeu: A sua cunhada voltou para o seu povo e para os seus deuses, volta também tu após sua cunhada. Daí o foco volta para Rute.

No versículo dezesseis Rute diz: Não me instes para que te deixes, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus será o meu Deus; onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada, que lealdade, Rute prometeu lealdade a Noemi, vendo Noemi que de toda estava resolvida a ir com ela, deixou de falar nisso, depois lemos que elas partiram para Belém, quando chegaram a cidade todos estavam comovidos por causa delas e perguntaram: Não é aquela que deixou a terra do pão e do louvor anos atrás? A questão não são os anos, a questão são os quilômetros, o filho pródigo viajou centenas e centenas de quilômetros, segundo as escrituras o caminho do transgressor é áspero, as pessoas faziam perguntas enquanto Rute e Noemi entravam na cidade, a pergunta estava exatamente focada em Noemi, é essa Noemi? Noemi pôs a culpa em Deus por tudo que tinha-lhe acontecido, ela dizia: Não me chamei Noemi, pois Noemi significa feliz, e eu não sou feliz, eu sou amarga, por que grande amargura me tem dado o todo poderoso, ela disse: Cheia eu parti, porém vazia o Senhor me fez voltar, por que me chamares então Noemi? O Senhor testificou contra mim, o Senhor, o todo poderoso me afligiu muito, estava colocando toda a culpa em Deus. Noemi estava vivendo as conseqüências das escolhas que fez, ela recusava em aceitar sua parte de responsabilidades pelas suas escolhas.

Então voltou Noemi da terra de Moabe e com ela Rute sua nora, a moabita, chegaram a Belém no princípio da colheita da cevada. Noemi tinha parentes da família de Elimeleque, um homem poderoso e rico, cujo nome era Boás, Rute a moabita disse a Noemi: Deixa-me ir ao campo e apanharei espigas atrás daquele cujo os olhos eu achar graça e Noemi disse: Vai minha filha, ela foi, chegou ao campo e colheu após os segadores, por acaso ela entrou no campo de Boás que era da família de Elimeleque. Há outro estatuto muito importante na lei de Moisés que é introduzido nesta história, este estatuto está no capítulo vinte e cinco do livro de Deuteronômio, diz o seguinte: Quando dois irmãos morarem juntos e um deles morrer sem deixar filho, a mulher do falecido não poderá se casar com outro estranho fora da família, seu cunhado a tomará e receberá por mulher, exercerá para com ela a obrigação de cunhado, o primogênito que ela tiver usará o nome do irmão morto para que seu nome não se apague de Israel, porém se o homem não quiser tomar a sua cunhada, esta irá ter com os anciãos no tribunal e dirá: Meu cunhado recusa suscitar ao seu irmão nome em Israel, não quer exercer para comigo o dever de cunhado, então os anciãos da cidade devem chamá-lo e falar-lhe: Se ele persistir e disser não quero tomá-la, a sua cunhada chegará a ele na presença dos anciãos, ele descalçarás a sandália do pé e cuspirá no rosto e aí protestará dizendo: Assim fará o homem que não quer edificar a família de seu irmão e sua casa será chamada em Israel de a casa do descalço, você viu como isso se aplica a Rute? Se ela se casou com um homem hebreu, como resultado desse casamento tornou-se membro da família de Deus na Nação Hebraica, como seu marido morreu e não deixou filhos, Rute pertenceria ao povo escolhido, Deus instituiu essa lei, a que ela pudesse procurar entre os parentes de seu falecido marido, o mais bonito e mais rico.

O homem em que se concordasse em se casar com aquela mulher teria que fazer duas coisas por ela, teria que pagar todas as dívidas que ela tivesse. Os anciãos tinham um livro onde estavam registrados todas as dívidas que as mulheres tivessem, o homem declarava suas intenções de redimir a mulher, esse processo era chamado de redenção, o homem teria que redimir a mulher antes de saber qual era o total de suas dívidas, o interessante é que ele não sabia o quanto isso iria lhe custar, se comprometesse a se redimir como parente qualificado. A segunda coisa que o remidor fazia era se casar com ela, com esse relacionamento ele à trazia de volta à família de Deus, redenção quer dizer: Comprar de volta ou trazer de volta, portanto o homem que cumpria esse estatuto tornava-se o remidor, essa era a resposta interessante de Deus.

Incrível quando contemplamos que Rute tinha uma esperança e a esperança de Rute foi exatamente esta, ela foi para Belém de Judá e por isto que o capítulo dois se inicia com uma boa notícia de que seu falecido sogro tinha um parente poderoso e rico cujo nome era Boás, à medida que a história se desenrola, veremos a figura da graça de Deus sobre o filho pródigo que estava voltando para casa e também sobre aquele que voltou buscando a sua benção.

Procure identificar-se sobre a história de amor do livro de Rute, talvez você tem se sentido um pouco abandonado, talvez tem se sentido realmente o pródigo nos caminhos desta vida, mas saiba, você pode voltar para a casa paterna, você pode exatamente ver aquela cena incrível do velho homem correndo para lhe abraçar, esse é o símbolo do amor de Deus.

Quando Rute foi colher atrás dos segadores, isso era uma lei de Deus dada no livro de Levítico no capítulo dezenove e versículos nove e dez: Quando os segadores estivessem fazendo a colheita nos seus campos, não poderiam pegar o que caíssem no chão e não deveriam pegar todas as uvas e nem todas as espigas de milho, dessa forma os pobres e os estrangeiros seriam beneficiados. Rute conhecia essa lei e por isso foi ao campo colher atrás deles e por acaso entrou no campo de Boás. Boás veio de Belém e disse aos segadores: O Senhor seja convosco, responderam-lhe eles: O Senhor te abençoe. Perguntou Boás ao servo encarregado dos segadores: De quem é essa moça? Quando Boás a viu ficou apaixonado e perguntou seu encarregado o que ele sabia sobre ela, o encarregado contou tudo que sabia, que ela tinha se casado com um homem hebreu no País de Moabe, que seu marido tinha morrido, que ela tinha jurado lealdade a sua sogra e ele contou que enquanto era casada com o homem hebreu havia se convertido.

Boás disse a Rute: Ouve minha filha, não vás colher em outro campo, ficarás aqui com as minhas servas, dei ordens aos servos que não te toquem, quando tiver sede vá aos vasos e bebe o que os servos tiverem tirado, quase deixou claro à Rute que estava interessado nela, então ela inclinando-se com o rosto em terra perguntou-lhe: Por que achei graça aos teus olhos para que faça caso de mim sendo eu estrangeira? Ele disse: ouvi dizer tudo o que fizeste a tua sogra, que o Senhor recompense ao teu feito, e sendo já hora da refeição, Boás disse: Achega-te come do pão e molhe um bocado no vinho, lemos aí que ela almoçou com ele no seu primeiro dia de trabalho e diz ainda que ela comeu até ficar satisfeita.

Boás realmente estava apaixonado e ficou pensando no que mais poderia fazer por aquela moça, depois do almoço Boás chamou seus segadores e disse: Olhem, quando vocês virem àquela moça atrás de vocês, deixem cair tudo que estiverem carregando e deixem que ela pegue, no final do dia de trabalho, Rute tava carregada com tudo que tinha colhido, então, quando Rute voltou para casa trazia um saco de grãos, quando Noemi viu, perguntou: Onde você foi colher hoje? Rute respondeu: No campo de um homem chamado Boás, Noemi quase caiu para trás, ela disse: Bendito seja o Senhor, não ter deixado a sua beneficência para com os vivos, nem para com os mortos, este homem é nosso parente chegado, ele é um homem rico, parente de meu marido, disse também: É bom que você não tenha que ir a outro campo, continue a trabalhar nos campos dele. Assim, Rute ajuntou-se com as servas de Boás, para colher, até que a sega das cevadas e dos trigos se acabou e ficou morando com a sua sogra.

O capítulo três começa assim: Certo dia Noemi disse a Rute: Minha filha, não hei de buscar casar-te para que fique bem? Já não é Boás cuja a serva estivesse a nossa parentela, lembra que eu falei para você sobre a lei do parente remidor? Lava-te, unge-te, veste os teus vestidos, vai até a eira, veja onde ele vai descansar, ele sempre dormia perto da colheita para tomar conta dela. E há de ser que, quando ele se deitar, notarás o lugar em que se deitar, e descobrir-lhe-ás os pés, e te deitarás, e ele te fará saber o que deves fazer, e Rute disse: Tudo quanto me disseres farei. Então foi para a eira e fez tudo quanto sua sogra lhe tinha ordenado, então veio ela de mansinho e lhe descobriu os pés e se deitou. Naquela cultura Boás não podia pedir Rute em casamento, Rute é que tinha que pedir. Na verdade Boás se assustou quando havia uma mulher ali, ele perguntou: Quem é você? Rute respondeu: Sou Rute tua serva, estende a tua capa sobre a tua serva, por que tu és o remidor, isso era uma proposta de casamento que poderia ter sido consumada naquele eirado e estaria dentro das leis de Deus. Boás disse: Bendita sejas tu do Senhor minha filha, melhor fizeste a tua última beneficência do que a primeira, pois após nenhum mancebo foste, quer pobres quer ricos. Ficou pois deitada aos teus pés até de manhã, e levantou-se antes que pudesse um conhecer o outro, Boás disse: E agora minha filha, tudo que pedires eu te farei, toda cidade do meu povo sabe que és mulher virtuosa. Então Boás disse: Há um probleminha Rute: Existe um parente seu que é mais próximo do que eu e ele tem o direito antes de mim, ele encheu algumas cestas com grãos e disse: Vá para casa de sua sogra e fique lá até que eu mande notícias.

Boás tinha marcado uma audiência com os anciãos da cidade, Boás viu o parente que teria prioridade e direito de se casar com Rute e chamou: Ei você meu amigo, vem aqui e sente-se e assentou-se. Então reuniram-se com dez anciãos da cidade, eles faziam esse tipo de reunião sempre que era necessário oficializar uma transação. Boás promoveu esta reunião e disse aquele homem: Você lembra do seu parente Elimeleque? Lembra que ele foi para Moabe e morreu lá? Ainda existe parte de sua propriedade que precisa ser resgatada e você é o primeiro na linha do parentesco para fazer isso, se você quiser resgatar suas terras pode fazê-lo, se não quiser, eu o farei. O homem respondeu: Eu quero, então Boás disse: Tem uma outra coisa que gostaria de esclarecer, quando você resgatar os bens de Elimeleque também terá que se casar com uma mulher moabita. Boás não queria que esse homem visse Rute, por que talvez se a visse não seria tão fácil conseguir os seus objetivos, lemos também que Rute chegou em casa e Noemi perguntou: Como vão as coisas minha filha? Na verdade ela perguntou: E você, já é a Senhora Boás? O casamento já foi consumado? Rute contou a Noemi, como as coisas tinham acontecido e Noemi disse: Espera minha filha até como irá terminar o caso, esse homem não descansará enquanto não concluir hoje esse negócio, Noemi estava se referindo a toda legalização que Boás teria que providenciar, ela quis dizer: Fique tranqüila, Boás vai tomar conta de tudo, e ele tomou mesmo.

Quando Boás contou o parente mais próximo de Rute, você terá que se casar uma mulher moabita, o homem disse: Eu não posso redimi-lo, por que isso prejudicaria minha própria herança, eu não posso me casar com uma mulher moabita por que isso mancharia a minha árvore genealógica, fica você com o direito de resgate, então Boás disse para os anciãos: Senhores façam constar que eu resgatarei tudo que pertenceu Elimeleque e que redimirei a moabita Rute.

Redimir significa: Trazer, comprar de volta. Quando Boás reuniu os anciãos da cidade, conforme está descrito no capítulo quatro no livro de Rute, ele a redimiu legalmente, primeiro pagou todas as suas dívidas, nesse sentido ele a comprou de volta, depois ele estabeleceu um compromisso, casou-se com ela, assim Boás trouxe Rute de volta à família de Deus.

A redenção de Rute ilustra dois fatos na nossa redenção, a nossa redenção está baseada na morte e na ressurreição de Jesus Cristo, a morte de Cristo foi o preço pago para nos comprar de volta para a família de Deus.

Deus imediatamente procura trazer o homem de volta ao seu relacionamento, a Bíblia chama isso de redenção, como Deus redimiu o homem? Deus compra o homem com a morte de seu filho. Jesus Cristo está vivo, ele ressuscitou dos mortos e tá batendo na porta dos nossos corações, ele quer que abramos a porta e o convidemos para entrar, o Cristo ressurgido quer ter um relacionamento conosco, esse relacionamento é descrito como um relacionamento de amor, Jesus Cristo é o noivo, nós somos a noiva, fomos prometidos a ele. Convide Ele para controlar a sua vida e tenha comunhão com Ele. Temos que dizer para Jesus: Eu quero que o Senhor seja o meu remidor, eu quero que o Senhor me compre com a sua morte e que me traga de volta estabelecendo um relacionamento comigo.

Noemi, portanto representa a figura da igreja e o papel da igreja é de falar as boas novas da nossa redenção, foi ela que fez com que Rute tomasse consciência das leis de redenção, foi ela que disse a Rute, você conhece as leis, agora vai até o eirado e as aplique. Imagine Rute alguns dias depois de ter casado com Boás, ela teve o seu filho Obede que se tornou o avô de Davi e o coloca na genealogia de Cristo.

E você, já foi redimido? Você já pediu que Jesus Cristo seja o seu remidor? Pense nisso.

 

<― Anterior Próxima ―>

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.