I Reis

Este livro inicia com a ascensão ao trono de Salomão após a morte de seu pai o Rei Davi, no início de seu reinado ele assumiu as promessas de Deus e seu reinado marca um período de esplendor para o reino de Israel e de paz e prosperidade para os Israelitas, o ponto alto do reinado de Salomão foi à construção do primeiro templo. Seu reinado se fortificou sobremaneira e Deus lhe deu um coração tão sábio e entendido, que antes dele igual não houve e depois dele igual não se levantará (I Reis 3:12). Pelo que o Senhor se indignou contra Salomão, portanto desviara o seu coração do Senhor Deus de Israel, o qual duas vezes lhe aparecera e acerca deste assunto lhe tinha dado ordem que não seguisse a outros deuses, porém não guardou o que o Senhor lhe ordenara (I Reis 11:9-10).

Após a morte de Salomão, Roboão seu filho, reinou em seu lugar. E foi Roboão para Siquém, porque todo o Israel veio para o fazerem Rei. Sucedeu, pois que, ouvindo-o Jeroboão, filho de Nebate, estando ainda no Egito (porque fugira de diante do rei Salomão) e falaram a Roboão, dizendo: Teu pai agravou o nosso jugo, agora, pois, alivia tu a dura servidão de seu pai e nós te serviremos. E teve o rei Roboão conselho com os anciãos que estavam na presença de Salomão, seu pai, quando este ainda vivia, e eles lhe falaram dizendo: Se hoje fores servo deste povo, e os servires e lhes falares boas palavras, todos os dias eles serão teus servos. Porém o rei Roboão deixou o conselho dos anciãos e teve conselho com os mancebos que haviam crescido com ele, e disse-lhes: Assim que, se meu pai vos carregou dum jugo pesado, ainda eu aumentarei o vosso jugo, meu pai vos castigou com açoites, porém eu vos castigarei com escorpiões. O rei, pois, não deu ouvidos ao povo, porque esta revolta vinha do Senhor.

Assim se dividiram os reinos, duas tribos seguiram o rei Roboão que se nomeou reino do sul e dez tribos seguiram Jeroboão que se nomeou reino do norte. E o rei Jeroboão ficou com ciúmes de a tribo de Israel ir ao templo adorar, pelo que fez dois bezerros de ouro e pôs um em Betel e outro em Dã e disse ao povo: Eis aqui seus deuses ó Israel que te fizeram subir da terra do Egito (I Reis 12). E houve guerra entre Roboão e Jeroboão todos os dias (I Reis 14:30).

A Divisao dos Reinos

O conceito do reino de Deus significa que Deus é um rei e que tem um reino, Deus queria ser o rei desse povo separado, o povo hebreu, se os filhos de Israel tivessem aceitado o plano de viverem sob o reinado de Deus, mas os filhos de Israel disseram que não queriam mais esse plano e rejeitaram Deus como seu rei, os reis de Israel não foram a vontade orientadora, mas a vontade permissiva de Deus, o livro de I Reis fala sobre o reino resultante da vontade dos filhos de Israel de não terem mais Deus como rei.

Deus queria que eles fossem o reino de Deus, mas os filhos de Israel quiseram um reino humano, eles quiseram ter os seus próprios reis. No livro de I Reis lemos sobre a divisão desse reino humano. Nestes livros buscamos exemplos e alertas contidos neles para nossas vidas, encontraremos muitos alertas nos livros de Reis, todos esses alertas ou avisos existem por que os reis foram maus e corrompidos e as conseqüências para o povo foram impressionantes, à medida que você lê as conseqüências resultantes do governo desses reis, lembre-se que Deus não foi responsável pelos reis, lembre-se que Deus também não foi responsável por todas aquelas conseqüências, o povo foi responsável porque escolheu ter reis e esses reis foram responsáveis pelas perversidades que cometeram, os dois livros de reis são importantes por que relatam a divisão, a queda e a tomada do reino, poderíamos chamar o I e o II livros de Reis de Ascensão e queda da Nação Hebraica.

Os livros de Reis possuem lindos exemplos e alertas, no estudo desses dois reinos encontramos algumas das pessoas mais importantes que já viveram: Os profetas.

O que significa ser um profeta? A palavra profeta literalmente significa que fala por Deus, essa palavra é composta de duas palavras que significam posicionar-se diante de e fazer brilhar, é isso que os profetas faziam, foi Moisés quem recebeu a palavra de Deus, mas a partir de Josué, os profetas receberam a ordem de pregar a palavra que já tinha sido dada a Moisés, por isso a partir de Josué, vemos os profetas pregando a palavra escrita de Deus, os profetas também tinham revelações, eles anunciavam a palavra de Deus, eram pregadores, em algumas ocasiões o profeta tornou-se como um homem do tempo espiritual, porque previa alguns fatos, o profeta freqüentemente previa fatos que iria acontecer, essa dimensão do ministério do profeta nos fascina, geralmente quando falamos de um profeta pensamos em um vidente espiritual, apesar dessa parte do ministério do profeta ser fascinante, essa dimensão de previsão do futuro consistia uma porção relativamente pequena de seu ministério.

A função principal do profeta era pregar a palavra de Deus, eles deveriam se posicionar diante da palavra de Deus e fazê-la brilhar para o povo de Deus. Os pregadores ou profetas eram professores que deveriam responder as perguntas do povo sobre a palavra de Deus e também ensinar as escrituras ao povo, o papel do profeta era exortar ao povo a fazer o que as escrituras ordenavam, os profetas falavam em nome de Deus quando o povo precisava ser desafiado quanto à maneira como estava vivendo. Muitas vezes os profetas falavam em nome de Deus quando o povo não estava obedecendo à palavra de Deus.

No I livro de Reis o exemplo mais importante é Elias, ele também é o exemplo mais importante de um profeta, você deve estar lembrado quando estudamos o livro de Juízes, Josué não preparou um sucessor, nem os juízes que julgaram durante tanto tempo preparam seus sucessores, a razão de haver tantas quedas, tantos erros eram porque a liderança estava falida.

Elias foi um exemplo de liderança porque preparou o seu sucessor, quando seu ministério chegou ao fim ele tomou a sua capa e a colocou sobre outro homem, esse outro homem também se tornou um grande profeta, seu nome era Eliseu, dois profetas maiores serão reconhecidos e vão receber o maior destaque no nosso estudo dos livros de Reis.

No I livro de Reis capítulo 22 conheceremos um dos profetas, o seu nome é Micaías, quando o reino foi dividido, os reis dos dois reinos separados às vezes se uniam, mas na maior parte do tempo eles eram inimigos, quase todos os reis do reino do norte eram iníquos e apóstatas, mas o reino do sul vez por outra teve bons reis, esses reis não foram tão bons quanto Davi, mas alguns deles eram homens de Deus, Ezequias, Josafá e Josias foram reis bons. Em I Reis capítulo 21, o rei do reino do norte (Acabe – iníquo, totalmente corrompido e era casado com a rainha Jezabel, tinham 450 profetas pagãos e ímpios, eram profetas de baal e outros 400 representavam outras deidades, eles tinham ao todo 850 profetas falsos) e o rei do reino do sul (Josafá – era uma mistura de bom e mau) fizeram uma reunião de cúpula e Acabe desafiou Josafá, ele disse: Os assírios ainda ocupam a região de Ramote e Gileade, por que você não manda o seu exército junto com o meu para recuperar Ramote e Gileade? Josafá disse: Você consultou os profetas?

Nesse ponto da história era uma tradição consultar os profetas para qualquer movimento que se fizessem, Acabe disse: Você quer profetas? Então você vai ter profetas, eu tenho uns 850 profetas por aqui, Acabe perguntou aos seus profetas: Devemos sair e lutar contra os Sírios? Aqueles profetas de Acabe e Jesabel não eram profetas de Deus, esses profetas então pagãos disseram: Sim, podem sair pra luta contra os Sírios, a vitória será de vocês, um desses profetas falsos chamava Zedequias e colocou chifres de ferro na cabeça e falou: É assim que você destruirá os Sírios quando sair para lutar contra eles, Josafá chamou Acabe de lado e disse: Sabe, eu acho que esses profetas são muitos exagerados, especialmente esse aí com os chifres, eu gostaria de saber se há algum profeta do Senhor entre esses profetas? Você tem um profeta de Israel, um verdadeiro profeta? Eu não acredito nesses profetas aí, Acabe respondeu: Há, tem um profeta que não está aqui agora, mas eu o odeio, por que ele não profetiza nada de bom ele sempre profetiza coisas ruins pra mim, Josafá perguntou: Qual é o nome dele? Vai chamá-lo, Acabe acabou respondendo, o seu nome é Micaías, mesmo relutante Acabe mandou uma mensagem para Micaías, mandando chamá-lo, quando o mensageiro estava voltando para o palácio com Micaías disse: Os 850 profetas disseram que o sinal está verde, lutem contra os Sírios por que vocês terão vitória, por isso Micaías pelo menos uma vez na vida vê se concorda com os profetas de Acabe, Micaías respondeu: Eu vou falar o que Deus me mandar falar, se você quer saber de verdade, eu vi todo o Israel espalhado pelos montes como ovelhas sem pastor e vi seu rei morto, Acabe disse: Está vendo, não falei, ele nunca fala nada de bom, só coisa ruim, então Acabe e Josafá decidiram levar os exércitos de Israel e Judá para atacar os Sírios conforme os falsos profetas tinham aconselhado e não ouviram o profeta de Deus, Zedequias aquele profeta dramático que tinha colocado chifres de ferro na cabeça aproximou-se de Micaías e bateu-lhe no rosto, como você acha que o espírito do senhor poderia sair de mim para falar através de você? Micaías deu-lhe uma bela resposta: Você vai saber quando estiver escondendo de quarto em quarto, então Micaías fez uma grande pregação dizendo: Ouçam a palavra do Senhor, vi o Senhor assentado no seu trono com todo o seu exército dos céus a sua direita e a sua esquerda e o Senhor disse: Quem enganará Acabe rei de Israel para que ataque Ramote e Gileade e morra lá? E um sugeria uma coisa e outro sugeria outra até que finalmente o Espírito colocou-se diante do Senhor e disse: Eu o enganarei, disse o Senhor, você conseguirá enganá-lo, vai e engane-o, o que Micaías falou aqueles profetas foi realmente da parte de Deus, Acabe então emitiu esse decreto, lutem contra os Assírios, prendam Micaías e que ele fique a pão e água, até que voltemos, Micaías gritou: Você não vai voltar, se você voltar o Senhor não falou por meu intermédio.

Acabe e Josafá lideraram seus exércitos no ataque contra os Assírios, suponhamos que Micaías tenha morrido naquela masmorra, porque essa é a última vez que seu nome é mencionado. No auge da batalha contra os Assírios a professia de Micaías foi cumprida ao pé da letra, os exércitos de Acabe e de Josafá foram espalhados pelos montes como ovelhas sem pastor, um soldado sírio atirou uma flecha ao acaso, havia um ponto vulnerável na armadura de Acabe e essa flecha acabou atingindo, Acabe virou-se para seu escudeiro e disse: Tire-me do combate, fui ferido, isso também foi um cumprimento da profecia de Micaías, o rei foi morto e os exércitos foram espalhados, observe o preço que Micaías pagou por falar em nome de Deus.

Sem os milagres sobrenaturais de Deus, esses profetas não poderiam ter confrontado nenhum dos reis. Elias é o maior profeta do livro de reis, no capítulo 18 ele vive um dos momentos em que sua luz mais brilhou, ele estava tão cansado dos profetas iníquos de Acabe que desafiou todos eles a um duelo. Elias convocou todo o povo de Deus e todos os falsos profetas de Acabe assim como Jezabel para comparecerem no topo do Monte Carmelo, onde pregou um grande sermão, Elias desafiou os profetas de baal diante de todo o povo de Deus, ele disse: Tragam dois novilhos, escolham eles um, cortem-no em pedaços e o ponha sobre a lenha, mas não acendam fogo, eu prepararei outro novilho e colocarei sobre a lenha e também não acenderei fogo nela, então vocês invocarão o nome de seu deus e eu invocarei o nome do Senhor, o Deus que responder por meio de fogo esse é Deus, com todo o povo reunido no Monte Carmelo, os profetas de baal, os profetas iníquos de Acabe começaram logo de manhã, construíram seu altar e colocaram o sacrifício sobre ele, a seguir começaram a orar, eles oraram com muito fervor, depois começaram a se cortar e a se baterem como era costume deles.

Elias ficou só olhando, até que deu meio dia, aí Elias começou a caçoar dos profetas de Acabe, Elias os ridicularizou: Ei gritem mais alto, já que ele é um deus, quem sabe ele está meditando, ou ocupado ou talvez está viajando, talvez ele esteja dormindo e precisa ser despertado, isso está registrado em I Reis 18:27, eles oraram mais e mais em transe até à tarde, finalmente desistiram, então Elias cavou uma valeta ao redor do altar, derramou jarros de água sobre o sacrifício até que a valeta ao redor do altar se enchesse de água, a seguir fez uma linda oração: Oh Senhor, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, que hoje fique conhecido que Tú és Deus em Israel e que sou o teu servo e que fiz todas estas coisas por ordem Tua, responde-me para que este povo saiba que Tu oh Senhor és Deus e que fazes o coração deles voltar para Ti, então o fogo desceu do céu e queimou por completo todo o holocausto e evaporou toda a água da valeta, o povo de Deus caiu com o rosto em terra e gritou: O Senhor é Deus, o Senhor é Deus, houve um grande reavivamento, o povo de Deus matou todos os 850 falsos profetas, naquele dia no Monte Carmelo, a luz de Elias brilhou intensamente, primeiro Elias dirigiu aquela mensagem para o povo de Deus, não para os falsos profetas de Acabe e Jezabel.

Naquele dia Elias começou sua milagrosa mensagem com essas palavras: Até quando vocês vão oscilar de um lado para o outro? O homem de mente dividida é instável em tudo que faz esquizofrenia espiritual, era o problema que Elias enfrentou naqueles dias. Todo pastor enfrenta este mesmo problema hoje, não são necessariamente os que não crêem que são esquizofrênicos espirituais, quando os cristãos não virem conforme o que acreditam então estão com a mente dividida, o povo de Deus tinham conflitos, Elias chamou isso de oscilar de um lado para outro, Elias perguntou inclusive: Até quando vocês vão oscilar de um lado para outro, até quando ficarão em cima do muro?

Acabe era casado com uma mulher chamada Jezabel, os dois foram pessoas ímpias, os falsos profetas eram profetas de Jezabel, um dia depois da morte de todos os profetas, Jezabel mandou uma mensagem para Elias dizendo: Quero que os deuses me castiguem com todo rigor se amanhã esta hora eu não fizer com a sua vida o que você fez com a deles, quando Elias leu a mensagem fugiu para o deserto e exausto sentou-se debaixo de uma árvore chamada junípero, ele orou pedindo a morte, Elias estava totalmente desolado e desanimado, no capítulo 18 Elias teve uma vitória grandiosa, mas no capítulo 19 encontramos Elias debaixo de uma árvore pedindo para morrer, parece que esse comportamento era um padrão entre os profetas e alguns outros personagens da bíblia, muitas vezes depois de Deus usá-los de maneira poderosa, eles parecem sucumbir, é como se Deus dissesse: Olha foi o meu poder que operou através desse homem.

O apóstolo Paulo explica da seguinte maneira: Temos esse tesouro em vaso de barro para mostrar que esse poder que a tudo excede vem de Deus e não de nós, os problemas descritos por Elias em I Reis 19 demonstravam que ele passava por um esgotamento espiritual, é esse o nome que damos hoje, um bom título para este capítulo seria: A solução para um esgotamento nervoso, lembre-se das palavras de Davi no Salmo 23: Restaura-me o vigor, guia-me nas veredas da justiça por amor do Seu nome, como Davi, Elias precisava que sua alma fosse restaurada.

Sempre que Deus com um de seus grandes homens com esgotamento, Ele dá eles um plano que os tira dessa condição, um exemplo disso foi quando Deus encontrou Elias debaixo da árvore e disse: Vá dormir Elias, Deus colocou Elias para dormir um sono profundo e sobrenatural, Deus providenciou comida para ele, Ele o acordou e disse: Elias coma alguma coisa, Elias comeu, a seguir Deus disse: Volte a dormir Elias, depois que Elias acordou pela segunda vez fortalecido por aquela comida sobrenatural ele caminhou quarenta dias, Elias tinha negligenciado a manutenção do templo que é o templo de Deus, creio que Deus estava dizendo para Elias: Você negligenciou o corpo que Eu dei a você, observe em I Reis 18 todo o esforço físico pelo qual Elias passou, observe isso, ele cavou aquela valeta ao redor do altar, depois ele correu mais ou menos vinte e sete km na frente de carruagem de Acabe, não é de se espantar que ele tivesse fisicamente exausto? Os caminhos de justiça que restauraram a alma de Elias foram práticos, Deus disse: Olha você é um ser físico, precisa dormir e comer.

Dizemos que Jesus satisfaz todas as nossas necessidades, mas isso não significa que aqui não tenhamos que comer e dormir, não podemos negligenciar o nosso templo, essa é uma das lições práticas que aprendemos com Elias em I Reis 19.

Deus aproxima-se de Elias no meio de seu esgotamento e faz uma pergunta muito bonita: Em Gênesis 3, a pergunta de Deus foi: Onde está você? Em I Reis 19 a primeira coisa que Deus perguntou foi: O que você está fazendo aqui Elias? Deus já fez essa pergunta para você? Como você está espiritualmente? Pode ser que através dessa história de Elias, Deus esteja perguntando a você, o que você está fazendo aqui? Em outras palavras, você está realmente onde deveria estar?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.