O Nascimento de Esaú e Jacó – Gênesis 25:21-34

E Isaque orou insistentemente ao Senhor por sua mulher, porquanto era estéril; e o Senhor ouviu as suas orações, e Rebeca sua mulher concebeu.
E os filhos lutavam dentro dela; então disse: Se assim é, por que sou eu assim? E foi perguntar ao Senhor.
E o Senhor lhe disse: Duas nações há no teu ventre, e dois povos se dividirão das tuas entranhas, e um povo será mais forte do que o outro povo, e o maior servirá ao menor.
E cumprindo-se os seus dias para dar à luz, eis gêmeos no seu ventre.
E saiu o primeiro ruivo e todo como um vestido de pêlo; por isso chamaram o seu nome Esaú.
E depois saiu o seu irmão, agarrada sua mão ao calcanhar de Esaú; por isso se chamou o seu nome Jacó. E era Isaque da idade de sessenta anos quando os gerou.
E cresceram os meninos, e Esaú foi homem perito na caça, homem do campo; mas Jacó era homem simples, habitando em tendas.
E amava Isaque a Esaú, porque a caça era de seu gosto, mas Rebeca amava a Jacó.
E Jacó cozera um guisado; e veio Esaú do campo, e estava ele cansado;
E disse Esaú a Jacó: Deixa-me, peço-te, comer desse guisado vermelho, porque estou cansado. Por isso se chamou Edom.
Então disse Jacó: Vende-me hoje a tua primogenitura.
E disse Esaú: Eis que estou a ponto de morrer; para que me servirá a primogenitura?
Então disse Jacó: Jura-me hoje. E jurou-lhe e vendeu a sua primogenitura a Jacó.
E Jacó deu pão a Esaú e o guisado de lentilhas; e ele comeu, e bebeu, e levantou-se, e saiu. Assim desprezou Esaú a sua primogenitura.

Estudo Bíblico

As chaves da verdade que Deus quer nos mostrar estão centradas na vida de Jacó, Jacó nasceu gêmeos e diz a história que ele nasceu agarrado ao calcanhar do seu irmão Esaú, por isso ele recebeu o nome de Jacó que significa: Aquele que se apropria de bens alheios ou talvez alguém que sempre gosta de passar a perna nos outros.

O seu nome realmente nos fala sobre o próprio homem, já que ele continuou no mundo e cresceu nesse mundo, ele era realmente alguém que estava passando a perna nos outros.

Havia duas coisas na casa de Jacó que eram dignas de se ter: Uma era o direito de primogenitura e a outra era a benção, Jacó havia se apoderado das duas que era o direito de primogenitura e a benção, o nome dele foi muito bem dado, aquele que passa a perna, aquele que se apropria dos bens alheios.

Deus estava falando de Esaú e Jacó antes deles nascerem, não sinta pena de Esaú, as escrituras dizem que Esaú era um homem profano, ele não ligava para sua primogenitura e também não dava importância para as coisas espirituais, Esaú é o perfil do homem secular, os descendentes de Esaú se tornaram os Edomitas, eles moravam naquela área hoje conhecida como Cidade de pedra vermelha.

Os Edomitas viviam em cavernas, eles costumavam atacar comboios ou caravanas que passavam por aquela área do deserto ao Sul de Jerusalém, assim eles poderiam fugir para as suas cavernas que ficavam nos penhascos, eles usavam cordas que eram puxadas para dentro das cavernas.

Eles acreditavam que eram indestrutíveis, eles acostumavam se juntar aos exércitos que iam saquear Jerusalém, os povos que vieram de Saul eram inimigos mortais de Israel, não sinta pena de Esaú, já que Deus é Deus Ele conhece tudo.

Quando Deus olhou dentro do ventre de Rebeca Ele já sabia o que viria daqueles dois gêmeos, Deus não tem qualquer tipo de surpresa, sabendo do que iria acontecer Deus nos diz: Eu amo Jacó, quando estudamos a história de Jacó, o foco da história é a palavra graça. A palavra graça significa: O favor e a benção de Deus que eu e você não merecemos.
O que é interessante em Jacó, já que ele é realmente o homem que passa a perna nos outros, ele pensa que toda a sua benção vem de Deus porque ele é uma pessoa assim.

Jacó não conseguiu toda aquela benção porque ele era muito bom em enganar e tomar as coisas das pessoas, mas sim por causa da graça de Deus.

Antes do nascimento de Jacó, já era plano de Deus dar todas aquelas bênçãos a Jacó, nessa história de Jacó a verdade é que Deus está compartilhando conosco é realmente o que podemos chamar de crise de identidade.

A Bíblia usa a palavra pessoa de várias maneiras, ela nos diz que temos grandes problemas quando somos opostos a nós mesmos e quando vamos contra a esta exclusividade que é de cada um, de acordo com a Bíblia o que devemos fazer é recuperar nós mesmos.

Segundo Jesus a última coisa que nós devemos fazer no mundo é perder a nós mesmos, quando o filho pródigo decide voltar para casa é dito: Então, caindo em si ele resolveu voltar. Deus quer que descubramos essa única individualidade que Ele planejou para cada um de nós.

Na carta de Paulo aos Romanos capítulo 12 os primeiros dois versículos, isso é chamado de: A boa, agradável e perfeita vontade de Deus para você e para mim. Quando pessoas não entendem isso, muitos a chamam de crise de identidade e é isso que Jacó ilustra: Uma crise de identidade.

A história de Jacó conta que quando os gêmeos nascem, especialmente o que nasce segurando o calcanhar do outro, esse é o Jacó que encontramos nas Escrituras, nós vemos ele manipulando Esaú e seu pai, nós vimos ele manobrando, nós o vimos lutando e é por isso que ele pensa ter recebido a benção de Deus por ser um manipulador, mas Deus continua tentando chegar a Jacó e dizer a ele: Ei Jacó! Você não vai abrir os olhos e ver que Eu estou trabalhando na sua vida?

Há três tipos de visões que devem ser tomadas da vida que realmente nós temos que aprender:

Olhar para cima: Nessa história da Bíblia note que Deus leva um bom tempo para fazer com que essas pessoas olhem para cima, ou seja, olhem para Deus, eles devem olhar para cima toda vez que eles tiverem procurando resolver suas crises de identidade e entender que Deus os fez, foi Deus que os planejou, eles nunca encontraram que eles realmente são ou o que eles são ou para onde estão indo sem olhar para cima;

Olhar para dentro: Há certas coisas sobre nós mesmos que Deus quer que saibamos, então todo mundo que olhar para cima para Deus estará sempre olhando para dentro;

Olhar ao redor: Ver como se relaciona com as pessoas e se tornar parte da solução em uma parte da resposta de Deus.

Tres tipos de visoes

Para ensinar Jacó a olhar ao redor Deus deu a ele alguns relacionamentos. Jacó é aquele que passa a perna nos outros, esse é o problema dele. Qual é a cura que Deus tem para uma pessoa assim? Essa é a cura favorita de Deus.

Você já experimentou um encontro espiritual em sua vida quando você de fato e realmente estabeleceu o seu olhar para cima ou será que você olha para Deus como sua única esperança e fonte de graça? Então você já olhou para dentro, até que você tenha enxergado que Deus quer que você veja? Bom, responda isso para você mesma, olhe para cima, olhe para dentro de você.

Acredito na perspectiva que Deus quer que você e eu experimentamos alguma coisa espetacular para nossa vida, aprendemos sobre a graça de Deus na vida de Jacó e nas nossas próprias vidas.

Então Deus põe Jacó com seu tio Labão por 20 anos, após ele ter enganado seu irmão e seu pai tomando a primogenitura e a benção de seu irmão, sua mãe veio até ele e disse: Ei Jacó! Você precisa partir, porque seu irmão vai te matar, então ele partiu, quando saiu de casa não era como nos dias de hoje, ele não podia ficar em um hotel ou algo parecido, não havia nada lá, além do deserto, então a mãe dele disse: Eu tenho um irmão, seu nome é Labão, ele é seu tio, ele mora no deserto, você vai ficar com ele porque o seu irmão vai te matar.

Então Jacó viajou deserto adentro procurando pelo seu tio, foi um grande desafio para ele, deixar a sua casa é sempre ameaçador não é? Especialmente foi para Jacó.

A primeira noite fora de casa ele usou uma pedra como travesseiro, naquela noite ele teve uma experiência espiritual, ele teve um sonho no qual viu um escada em que os anjos estavam usando para descer e subir até o céu, nesse sonho Deus aparece a ele e faz com ele o mesmo pacto que fez com Abraão: Deus prometeu a ele que seria parte de uma Nação e que Deus estaria sempre com ele.

Deus disse a Jacó: Vou abençoar-te, vou multiplicar e vou te levar de volta para casa, em resposta a esse sonho, Jacó ficou apavorado e disse: Certamente Deus esteve aqui e eu não soube disso, nessa conjuntura toda, Jacó ainda estava no jardim de infância da escola de sua fé.

Jacó disse: Deus se é realmente verdade que tu estás comigo e vai me levar para casa, eu quero que tu saibas que se me abençoares eu vou dar de volta dez por cento do que eu ganhar, de tudo que eu ganhar dez por cento é Teu, depois daquele sonho foi a primeira vez que Jacó olhou para cima, nestes vinte anos note quantas vezes ele olhou para cima, cada vez que ele olhou para cima ele chega mais próximo de Deus.

A segunda visão que temos que tomar se realmente seremos a pessoa que Deus quer que sejamos é esta: Devemos olhar para dentro, há certas coisas sobre nós mesmos que Deus quer que saibamos.

Lembre-se como Davi orava: Sonda-me oh Deus e conheça meu coração, prova-me, conhece os meus pensamentos, vê se há em mim algum caminho mal e então, por favor, guia-me pelo caminho eterno, todos nós devemos fazer exatamente isso, todos nós devemos olhar para dentro e dizer: Senhor eu realmente não conheço o meu coração, então por favor me mostre, mostre o que está errado dentro de mim e o que não deve estar dentro de mim, mostre-me os pensamentos que não deve estar na minha cabeça, porque eu quero seguir o caminho certo.

Na história de Jacó, perceba como Deus o fez olhar para dentro, Deus forçou Jacó a olhar para dentro, Deus então fez com que Jacó tivesse algum relacionamento que o forçaria a dar uma terceira olhada na vida, a terceira olhada na vida de que precisamos entender, pode ser chamada de uma olhada ao redor, exatamente, olhar ao redor, devemos olhar para cima e é aí que tudo começa, todos os que olham para cima, olham para dentro e aqueles que olham para cima e para dentro, agora estão prontos para olhar ao redor e então se relacionar com as pessoas, sendo parte da solução e parte da resposta e não parte do problema.

Jacó era uma pessoa que passava a perna nos outros, esse era o problema dele, tomava posse do que não era dele, qual é a cura de uma pessoa assim? Fazendo com que ele encontre outro que faça melhor ainda? Será? Então Deus colocou Jacó com o seu tio Labão por 20 anos, quando Jacó encontra Labão é dito que ele contou a Labão que ele tinha enganado seu pai e seu irmão para tomar a primogenitura e a benção e o seu tio disse: Certamente você é sangue do meu sangue rapaz, você é carne da minha carne, o que o tio Labão estava pensando era: Você é um canalha, mas eu sou pior ainda, e aquilo era verdade, Jacó trabalhou para Labão por 20 anos.

O salário de Jacó pelos primeiros 7 anos seria a filha de Labão que era Raquel, a Bíblia diz que ela era linda, os 7 anos que Jacó trabalhou para Labão foram como 7 dias porque ele amava muito a Raquel, mas na noite do casamento, Labão aparentemente faz com que ele beba demais Jacó e Raquel que tinha uma irmã mais velha chamada Leia, é que segundo a Bíblia nos diz que tinha olhos frágeis, mas quando Jacó acordou na manhã seguinte do seu casamento, ele olhou dentro dos pequenos olhos frágeis e era Leia não era Raquel, ele ficou uma fera e queria ver o seu tio Labão, ele tinha sido enganado.

Jacó era alguém que enganava, e se tem alguém em que o trapaceiro detesta é ser trapaceado, se tem alguma coisa que o manipulador detesta é ser manipulado, essa é a receita preferida de Deus, dar um pouco do seu próprio remédio, Labão continuou a enganar Jacó por 20 anos, até que eles tiveram conflito e Jacó deixou seu tio Labão.

Depois que Jacó partiu, ele estava preocupado com seu irmão Esaú, ele não teve uma relação correta com seu irmão, Jacó mandou uma mensagem a Esaú tentando um reconciliamento.

Quando o homem olha para cima Deus o força a olhar ao redor e tomar as suas relações horizontais da maneira correta, quando Jacó mandou a mensagem a Esaú, ele recebeu uma mensagem de volta dizendo que Esaú estava vindo com quatrocentos homens a cavalo, Jacó ficou paralisado de medo e atravessou o riacho chamado Jaboque e orou, então ele teve uma experiência bem subjetiva, uma experiência assustadora.

Todos esses homens de Deus têm suas experiências assustadoras vamos dizer assim, as suas experiências profundas, os detalhes de suas experiências variam completamente, mas os resultados são bastante similares, Jacó lutou contra o anjo e aquela foi uma batalha muito interessante, quando tudo começou? O agressor era o mesmo com quem Jacó estava lutando, quando Deus viu que o anjo não prevalecia contra Jacó, o que significava que Deus não conseguia quebrar Jacó, Deus deslocou a juntura da coxa de Jacó, exato, imagino o quão doloroso foi aquilo, foi assim que Deus quebrou Jacó, deslocando a sua coxa.

Então sendo assim, as posições se inverteram, Jacó se tornou o agressor da batalha, Jacó estava nas mãos daquele com o qual ele estava lutando, aquele com quem ele estava lutando disse: O dia já rompeu, deixe-me ir, mas Jacó disse: Não, eu não te deixarei ir se tu não me abençoares, o anjo perguntou: Qual é o seu nome e o homem disse: Meu nome é Jacó. É, enganador, então Jacó virou para o anjo e perguntou: Qual é o teu nome? E o anjo disse: Porque você está perguntando o meu nome?

Jacó estava lutando com um mensageiro de Deus, quando Deus perguntou qual é o teu nome, Deus estava tentando com que Jacó olhasse para dentro dele e percebesse qual era o nome dele e confessasse que ele era realmente o enganador, como o nome dele sugeria e significava, Jacó confessou isso quando ele respondeu: O meu nome é Jacó, ou seja: Enganador.

O que devemos tirar de importante daquela batalha é que quando a batalha começou Deus não prevaleceu contra Jacó, mas Deus prevaleceu quando Ele quebrou Jacó, no meio da batalha Deus disse a Jacó: Eu vou mudar o seu nome, seu nome será Israel, foi aí que o povo de Israel ganhou o seu nome, o nome de Israel significa lutador.

Jacó era manipulador, enganador, mas especificamente ele era um lutador. Ele deu a esse povo especial o seu nome, Abraão era o pai desse povo, o povo de Deus e Jacó contribuiu com o nome Israel, essa foi à razão de Deus ter mudado o nome de Jacó para Israel e essa foi realmente o final da batalha, Deus disse: Eu irei te chamar de lutador, pois como um príncipe você lutou com Deus, com os homens e com você mesmo, e ainda assim você prevaleceu, você olhou para cima Jacó e com luta, muita luta você persistiu até receber a benção de mim.

Aquilo levou Jacó a 20 anos atrás, naquela primeira noite em que ele teve visão da escada, aquele sonho foi a primeira vez que Jacó olhou para cima, por causa de todos os relacionamentos difíceis e grandes crises que Jacó tinha experimentado, ele olhou para cima muitas vezes nesses 20 anos.

Quando Deus disse: Com luta você prevaleceu, Deus se referia a todas aquelas vezes em que ele olhou para cima, você olhou para cima e me encontrou Jacó e agora era Israel, você olhou para dentro e lutou contra a natureza do Jacó que estava dentro de você.

Você sabe que você não é abençoado por ser conivente não? Enganador, esperto, aquele que passa a perna, você sabe que você está sendo abençoado porque Eu o abençoei, você olhou ao redor e abriu o seu caminho em um nível horizontal com Esaú e Labão, agora você está pronto para ser parte da minha solução e a minha resposta porque como um príncipe você prevaleceu nessas três direções.

Há mais uma lição que podemos tirar da vida de Jacó: Benção da coroa defeituosa, porque Jacó era um camarada que passava a perna nos outros, enganavam, era o enganador e Deus não poderia abençoá-lo até que ele estivesse quebrado.

Deus não poderia coroar Jacó com a coroa da benção até que ele não tivesse quebrado, invalidado, há uma expressão nas Escrituras que é freqüentemente repetida, essa expressão é a seguinte: Espere no Senhor, você sabe o que quer dizer esperar no Senhor? Esperar é provavelmente o oposto de manipular, manobrar, enganar, ser conivente.

Algumas pessoas gostam de mover as coisas, gostam de dar um jeitinho, outras gostam de agitar, outras gostam de executar, enfim, eles saem todos os dias e fazem as coisas acontecerem, esse é o tipo de homem que Jacó era.

Deus já o levou para o seu jaboque pessoal para que dessa forma você pudesse ser coroado com bênçãos? Às vezes Ele tem que nos quebrar antes de nos abençoar, nós devemos assim como Jacó aprender que a nossa única esperança que existe pela graça de Deus para conosco, não porque nós a merecemos ou porque podemos agarrá-la, tomar posse, não. Essa é a lição que aprendemos com a vida de Jacó.

 

Seja um Missionário, basta somente curtir ou compartilhar que você estará contribuindo com as Missões. Que Deus lhes abençoe grandemente.

Download

Anúncios

2 respostas em “O Nascimento de Esaú e Jacó – Gênesis 25:21-34

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.