Amaleque peleja contra os Israelitas – Êxodo 17:8-16

Então veio Amaleque, e pelejou contra Israel em Refidim.
Por isso disse Moisés a Josué: Escolhe-nos homens, e sai, peleja contra Amaleque; amanhã eu estarei sobre o cume do outeiro, e a vara de Deus estará na minha mão.
E fez Josué como Moisés lhe dissera, pelejando contra Amaleque; mas Moisés, Arão, e Hur subiram ao cume do outeiro.
E acontecia que, quando Moisés levantava a sua mão, Israel prevalecia; mas quando ele abaixava a sua mão, Amaleque prevalecia.
Porém as mãos de Moisés eram pesadas, por isso tomaram uma pedra, e a puseram debaixo dele, para assentar-se sobre ela; e Arão e Hur sustentaram as suas mãos, um de um lado e o outro do outro; assim ficaram as suas mãos firmes até que o sol se pôs.
E assim Josué desfez a Amaleque e a seu povo, ao fio da espada.
Então disse o Senhor a Moisés: Escreve isto para memória num livro, e relata-o aos ouvidos de Josué; que eu totalmente hei de riscar a memória de Amaleque de debaixo dos céus.
E Moisés edificou um altar, ao qual chamou: O SENHOR É MINHA BANDEIRA.
E disse: Porquanto jurou o Senhor, haverá guerra do Senhor contra Amaleque de geração em geração.

 

Estudo Bíblico

Esaú e Jacó tiveram a mesma origem, mas eram diferentes, não só fisicamente, mas também nas atitudes, Esaú é a figura do homem carnal, do homem humanista ou materialista que não se importa com o que é espiritual, descobrimos que os descendentes de Esaú tiveram o seu banquete de conseqüências; agora, Jacó é a figura do homem espiritual, ele não foi perfeito, mas sabia valorizar e buscar os valores espirituais, seguindo o fio da história, vemos que uma Nação veio de Esaú, Amaleque, outra Nação veio de Jacó, Israel, esses dois povos haviam se multiplicado e se tornado rivais.

O primeiro Amaleque foi o neto de Esaú, cujo nome significa destruidor, os Amalequitas viviam na região de Neguebe na península do Sinai (Números 13:29), eles eram nômades e ficavam perambulando pelo deserto, eles dedicavam as atividades pastoris e agrícolas as quais roubavam de outras tribos, mas a sua atividade maior era pilhagem (furto, saque), eles guerreavam para saquear os povos, eram salteadores, assassinos cruéis.

Moisés foi o líder através de quem Deus guiou o povo de Israel, esse sacerdote-profeta era o veículo através de quem Deus manifestava sua vontade e governava seu povo. E o povo de Israel, segundo o mandamento do Senhor acampou em Refidim, então veio Amaleque, e pelejou contra Israel.

Quando Moisés avistou o inimigo, chamou seu valoroso ajudante Josué e deu a seguinte ordem a ele: Escolhe-nos homens, e sai, peleja contra Amaleque; amanhã eu estarei sobre o cume do outeiro, e a vara de Deus estará na minha mão. (Êxodo 17:9).

Josué fez conforme Moisés lhe dissera, ele e seu exército foram pelejar contra Amaleque, enquanto isso, Moisés, Arão e Hur subiram ao cume do outeiro para interceder pelo exército de Israel, e acontecia que quando Moisés levantava as mãos, Israel prevalecia, quando Moisés abaixava as mãos, os Amalequitas prevaleciam.  

Porém as mãos de Moisés eram pesadas por isso tomaram uma pedra, e a puseram debaixo dele, para assentar-se sobre ela; e Arão e Hur sustentaram as suas mãos, um de um lado e o outro do outro; assim ficaram as suas mãos firmes até que o sol se pôs (Êxodo 17:12). 

E assim Josué desfez a Amaleque e a seu povo, ao fio da espada (Êxodo 17:13). Os Israelitas venceram a batalha com as mãos poderosas de Deus. 

Mãos erguidas é um lindo simbolismo da verdadeira adoração, Moisés ergueu as mãos em sinal de rendição, no cume do monte ele moveu a mão de Deus com a sua verdadeira adoração, Moisés era um homem muito manso, era a semelhança de Deus, ou seja, era espiritual porque Deus é Espírito, era ungido, guiado e controlado pelo Espírito Santo, era um homem santo que guiava o povo à santidade, devemos nos tornar como Moisés, ser um verdadeiro adorador e estarmos dispostos a fazer a vontade de Deus, devemos estar sensíveis a ouvir a voz de Deus, assim ter acesso direto ao Pai e tornarmos um só Espírito com Ele. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade (João 4:23-24). 

Quem vence a batalha do verdadeiro adorador é aquele que é adorado, quem resolve problema do verdadeiro adorador é aquele que recebe a adoração, quem responde a necessidade do verdadeiro adorador é aquele que está recebendo diante do seu trono a adoração sincera e direta vinda do coração, Deus corresponde à verdadeira adoração.  

É na verdadeira adoração que encontramos com o Senhor, onde O conhecemos, onde aprofundamos em intimidade espiritual nesse relacionamento com Ele, essa verdadeira adoração é em todo lugar a qualquer circunstância, o Pai só procura verdadeiro adorador, uma vida de reconhecimento, com a vida de encontro, adorar verdadeiramente é encontrar, é relacionar com Deus, nada mais nos atrapalha, nada nos tira o foco porque o foco é Cristo, é isso que chama conversão. 

Conversão foi o dia do teu primeiro encontro com Jesus Cristo, aquele dia em que o Espírito dEele abriu os seus olhos, o Espírito dEle tocou no seu coração e você se convenceu do seu pecado, da justiça que Ele queria oferecer e do juízo que há de vir, quando o Espírito te tocou então você o amou, porque Ele te amou primeiro e no dia em que Ele nos tocou, foi o dia do nosso primeiro encontro com Ele, naquele dia nós olhamos para nossa vida e vimos como escura ela era, em quão densas trevas nós andávamos, mas agora porque Ele nos tocou, nós vimos a sua luz e agora Ele nos libertou e agora o nosso maior prazer é nos encontrarmos com Ele, são essas pessoas que o Pai procura, adorar verdadeiramente é reconhecer que Ele é Santo. 

Adorar verdadeiramente é dizer: Senhor, eis me aqui e se há algo em mim que impeça de te adorar verdadeiramente eu quero quebrar na tua presença, eu quero derramar até a última gota da minha mais sincera adoração no teu altar, o verdadeiro adorador retira do coração as melhores emoções para entregar a Deus como o mais perfeito sacrifício de adoração.  

Para ser um verdadeiro adorador tem que ter acesso ao reino de Deus e para ter acesso ao reino de Deus temos que passar pelo novo nascimento que significa entregar a nossa vida a Cristo e assim sermos justificados, nascer da água e do Espírito. Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. (João 3:3;5).

Verdadeiro adorador

O novo nascimento é um meio para se chegar a um fim, o seu nascimento físico fez de você uma criatura física, se você quer ser espiritualmente vivo tem que passar pelo nascimento espiritual. Porque o que é nascido da carne é carne e o que é nascido do espírito é espírito (João 3:6). 

O reino de Deus é o fim, é o propósito, é a esfera sobre o qual Deus governa, se isso inclui você, se Ele se tornou seu rei, você está sujeito a Ele, então você faz parte do Seu reino, você já viu e já entrou no reino dEle, quando você nasce de novo você vê que entrou no reino de Deus.

Inicio conversao

O processo do novo nascimento consiste em três etapas e para se tornar um verdadeiro adorador é necessário ser concluído a terceira etapa.

Etapa 1 2 3

Etapa 1 – Justificação – Quando a pessoa passa pela conversão ou seja aceita Jesus como o único e suficiente Salvador da sua vida e confessa os seus pecados à Ele, Deus não somente perdoa mas também esquece todos os seus pecados é como se eles nunca tivessem acontecido, isso é justificação. Eu lhes perdoarei a maldade e não me lembrarei mais dos seus pecados (Jeremias 31:34). 

Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados; como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia; enquanto eu mantinha escondidos os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer; pois dia e noite a tua mão pesava sobre mim; minhas forças foram-se esgotando como em tempo de seca; então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas; eu disse: Confessarei as minhas transgressões ao Senhor e tu perdoaste a culpa do meu pecado (Salmo 32:1-5). 

Bem aventurados os quebrantados de espírito, pois deles é o reino dos céus (Mateus 5:3). Este quebrantamento é muito importante para Deus. Quando nos apresentamos quebrantados diante dEle à qualquer circunstância, nos tornamos totalmente disponíveis para que o plano dEle se cumpra em nossas vidas, Deus quer que confessemos nossos pecados com o coração contrito e o espírito quebrantado. Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus (Salmos 51:17). O coração contrito é aquele que após sua conversão arrepende-se verdadeiramente de seus pecados. 

Com a justificação o novo nascimento inicia, quando a pessoa crê em Jesus, ela é Justificada, em Atos 19:2 a pergunta é: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? A pessoa não recebe o Espírito Santo quando crê, ela é justificada quando crê.

A justificação acontece em duas dimensões, é muito importante ser justificado aos olhos de Deus que é a dimensão vertical, mas é importante também justificar aos olhos dos homens que é a dimensão horizontal, mas a justificação só ocorre na dimensão vertical, pois na horizontal às vezes ficam cicatrizes irreversíveis. 

Aos olhos de Deus você não enfrenta nenhum problema, porque a justificação remove todas as manchas do pecado, quando Deus olha para a capa que representa a sua vida e ela está toda suja e manchada, Deus troca sua capa suja e manchada pela capa de Jesus, limpa e sem nenhuma mancha, a razão pela qual as Escrituras dizem: Vá e não peques mais é a razão pela qual é melhor não pecar, porque podemos manchar a nossa capa e também a capa do nosso próximo, manchas que a vista dos homens são irremovíveis. Esse fator está relacionado às marcas e cicatrizes do pecado, aos olhos de Deus nem mesmo as cicatrizes do pecado são problemas, pois os seus pecados não são apenas perdoados, aos olhos de Deus é como se nunca tivesse pecado, sem manchas, sem cicatrizes, sem traços de pecado aos olhos de Deus (Miquéias 7:18-19). 

Há certas coisas que não podemos desfazer, o preço do pecado é alto e as cicatrizes às vezes são definitivas, a maioria dos pecados são gêmeos, é que quando pecamos, freqüentemente pecamos com mais uma pessoa, nós a levamos outro ao pecado e quando nos convertemos, o que devemos fazer com as manchas que deixamos na vida dessas pessoas? É por isso que as Escrituras nos afirmam: Escrevo-lhe essas coisas para que vocês não pequem, não pequem. 

Devemos ficar longe do pecado, não há nada de bom no pecado, o salário do pecado é a morte e não há nada de bom nas conseqüências do pecado, Deus pode sarar as cicatrizes e tirar as manchas do pecado que para nós são permanentes e irreversíveis, é por isso que as escrituras afirmam que é melhor não pecar. 

Hoje podemos contar com o sacrifício de Jesus na cruz que foi para lavar os nossos pecados, mas para sermos perdoados precisamos confessar nossos pecados, precisamos entregar a nossa vida para o Senhor Jesus.

Justificacao

Etapa 2 – Nascer da água – A água é a palavra de Deus. Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra (Efésios 5:26).  

Nascer da água é quando a pessoa ouve a palavra de Deus, recebe e aceita-a em seu coração. Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas (Tiago 1:18).

Nascer da agua

Segundo a Sua vontade, Ele nos gerou de novo, não fomos nós que desejamos, Ele tomou a iniciativa, não há um justo se quer (Romanos 3:10-12) todo novo nascimento é iniciativa divina, não humana, porque ninguém pode vir a mim se o pai que me enviou não o trouxer (João 6:44). Nunca é o homem que busca a Deus, é Deus que busca o homem, o homem natural não compreende as coisas que são do Espírito de Deus, não só não compreende, mas lhe parece loucura porque ela se discerne espiritualmente e o homem natural está morto espiritualmente, portanto, incapacitado para discernir as coisas espirituais (I Coríntios 2:14).  

Sendo de novo gerados não de semente corruptível que é a semente de um homem mortal que gera um filho sujeito a corrupção, sujeito a morte, mas de semente incorruptível (I Pedro 1:23) porque, o renascido mesmo que esteja morto viverás, disse Jesus.  

Como um pai natural que necessita da semente para gerar um filho, Deus pai também necessita de uma semente para gerar filhos e essa semente é a sua palavra. Temos primeiro a semente que é a palavra de Deus, a fé vem por ouvir a mensagem e a mensagem mediante a palavra de Cristo, quando as pessoas ouvem a palavra de Deus a semente é plantada e essa semente germina e leva a pessoa ao novo nascimento. 

Existem as escrituras e a pessoa de Jesus Cristo, a Bíblia e a mensagem nos foram dadas não somente para que as conheçamos em si mesmo, mas primeiramente para que encontremos alguém através dela. Examinai as escrituras que dê testemunho de mim, quando se prega a palavra deve ter em mente a pessoa de Jesus Cristo, quem tem o filho tem a vida, quem não tem o filho de Deus não tem a vida, então quando se diz receber a palavra é receber a pessoa de Jesus Cristo, não é conhecer a sua palavra que é vida, mas conhecê-lo é vida. 

Quando evangelizamos devemos começar pela pessoa de Jesus Cristo, todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão em Cristo e encerrados nEle (Colossenses 2:3). O que devo fazer para me salvar? Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo tu e a tua casa. 

O que dá vida a palavra dentro de nós, não é o simples fato de ouví-la, mas sim, obedecê-la, quando você pratica a palavra de Deus, ela produz fruto na sua vida, a mensagem veio com a finalidade de endireitar a nossa fé em Jesus Cristo, então você vê que a doutrina está ligada a pessoa de Jesus Cristo, não existiria doutrinas cristãs se não existisse Cristo. 

A doutrina da segunda vinda de Cristo (Atos 1) Estavam reunidos depois que Jesus havia ressuscitado ao terceiro dia, ficaram surpresos quando Ele surgiu e duvidaram que fosse o Salvador, ficaram perplexos quando Ele foi elevado as alturas e uma nuvem O recebeu, ocultando-O, estando com os olhos fitos no céu , enquanto Ele subia, eis que junto dEle se puseram dois varões vestidos de branco, porque em boca de duas ou três testemunhas é confirmado um assunto (Mateus 18:16) agora Deus envia dois anjos vestidos de branco para confirmar a segunda vinda de Cristo, para estabelecer claridade para nós, os quais lhes disseram: Varões Galileus porque estás olhando para o céu? Esse Jesus que dentre vós foi recebido no céu há de vir assim como para os céus vistes ir, dizem as escrituras que todo olho o verá (Apocalipse 1:7). 

Hoje somos as pessoas eleitas, hoje somos as pessoas que Deus tem instruído, isso deve gerar um verdadeiro amor pelo Senhor, como o povo de Israel venceu a batalha através da verdadeira adoração de Moisés com os braços erguidos em sinal de rendição à Deus no cume do monte e muitas outras bênçãos recebidas se isso não levar o seu coração a amá-lo mais, então você estará junto deles que no deserto não aprenderam o que Deus quis ensinar, eles sabiam muito sobre Deus, eles viram o poder de Deus, viram mesmo ali no deserto, mas no coração não havia nada e assim pode ser hoje com a gente também, temos a experiência de experimentar, de ver, de estar com Ele, de aprender, mas o que Deus realmente quer? Além de nos ensinar? Porque Ele deseja nos instruir, Ele deseja nos edificar, Ele deseja que nós conheçamos os seus caminhos e conheçamos a sua revelação, ou seja, sua palavra, Ele também deseja nos santificar, nos purificar, nos limpar e separar das coisas que não prestam desse mundo, Ele já nos libertou, Ele já nos escolheu, mas agora Ele nos orienta, nós que também estamos em direção a terra prometida, nós que também não pertencemos a esse deserto, nós não somos daqui, somos os peregrinos aqui, que nós enquanto aqui estamos, sejamos obedientes à sua voz, atentos aos seus conselhos, praticantes da sua palavra, não por medo dEle, não por medo do inferno, não por medo do pastor, não por medo de ser excluído, mas por medo de não amá-lo. 

Deus não escolhe alguém pelo bem ou pelo mal, pois diz a Moisés compadecer-me ei de quem me compadecer e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia, pois disso não depende do que quer nem do que corre, você quis é porque Deus trouxe ao seu coração o querer, Deus te fez querer esta mensagem, Deus te fez querer Jesus, não foi você, não havia nada de bom em você, não há um justo se quer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus, não é porque você fez alguma coisa boa que Deus preferiu você, é porque Ele quis ter misericórdia de você, quantas pessoas já partiram sem o privilegio que você teve, muitos partiram, se a criança não chegou àquela fase da consciência é claro que ela é salva, ninguém pode vir a mim se o pai não o trouxer ninguém tem poder por iniciativa própria de se voltar para Deus, se você veio é porque Deus começou a boa obra na tua vida, Aquele que começou a boa obra em vós aperfeiçoará até a vinda de Jesus Cristo (Romanos 9). 

Quando você recebeu a Cristo, você creu em Cristo, então o que foi imputado em você foi a retidão dEle, as obras dEle, a justiça dEle vai parar na tua conta, daí você entra na santificação e você continua até receber o Espírito Santo, Deus só aceita perfeição absoluta, para Deus te aceitar por obras, você não poderia nunca pecar, o único que viveu uma vida santa sem pecado foi Cristo, Ele era o próprio Deus em forma de homem aqui na terra, nossas melhores justiças são trapos de imundícia (Isaías 64:6), não temos méritos, a prova o Seu amor para contigo é que Ele te escolheu.

Receber Cristo

Etapa 3 – Nascer do Espírito – É ser batizado com o Espírito Santo de Deus, muitas pessoas têm dúvida quando se trata do novo nascimento, o batismo com Espírito Santo não deixa dúvida é real, a pessoa que recebe o dom do Espírito Santo fala em línguas estranhas conforme o Espírito Santo lhe concede que fale (Atos 2:4) Deus tem que confirmar que a tua fé em Jesus Cristo é genuína, Ele está dizendo que dá testemunho te dando o Espírito Santo, é uma evidência, é Deus dando provas que aceitou a tua fé.  

No Velho Testamento não houve o batismo com o Espírito Santo, isso é dádiva do Novo Testamento, é dádiva nossa, naquela época era passado o sangue do animal nos umbrais das portas, esse sangue não podia retornar para a pessoa, pois o sangue do animal não era compatível com o da pessoa, através do sangue de Jesus Cristo que foi derramado no calvário temos acesso a esse dom maravilhoso.

Nascer do Espirito

Muitas pessoas arrependem-se de seus pecados, são batizadas nas águas, mas não continuam até receber o Espírito Santo, crê em Jesus é o passo na direção certa ao Espírito Santo, mas as pessoas param, elas vão até as águas e então param, elas crêem e então param, você não recebe o espírito santo quando crê, você continua e recebe o espírito santo. Se vós sendo maus sabeis dar boas dádivas a vossos filhos, quanto mais vosso pai celestial dará o espírito santo aqueles que lho pedirem (Lucas 11:13). 

O novo nascimento é a revelação de Jesus Cristo pessoalmente para você, é quando te é revelada a pessoa de Jesus Cristo ao teu coração não por carne nem sangue, quando você vê a Jesus como o Senhor como Deus, como o próprio Jeová e você o aceita, você o recebe tantos quanto o receberam, se confessares com a tua boca que Jesus é Senhor, é divindade e creres no teu coração que Deus o levantou dentre os mortos será salvo, porque com o coração se crê para a justiça e com a boca se confessa para a salvação, quando você o aceita você nasce da água, então você continua porque há um nascer do espírito que é quando você tem a experiência do batismo com o Espírito Santo e quando você alcança o batismo com o Espírito Santo então o teu processo do novo nascimento se concluiu, enquanto não receber a experiência do batismo com o Espírito Santo, você está no processo do novo nascimento, mas ainda não é nascido de novo. 

Quando o novo nascimento chega aquele espírito humano, morto, separado de Deus, desconectado, desligado ele é vivificado e então a pessoa agora sim está espiritualmente viva e tem condições para começar a compreender as coisas que são do Espírito de Deus, o novo nascimento se completou porque o espírito santo veio. 

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo (II Coríntios 5:17), quando você considera os frutos do espírito a vida abundante surge, tudo isso provém de Deus.  

Se você não tem essa experiência peça a Deus: Já tenho crido, já tenho recebido Jesus Cristo como o único Salvador da minha vida e eu quero receber o batismo com o Espírito Santo, seja um verdadeiro adorador e O adore de todo o coração em espírito e em verdade. 

 Sonho: Verdadeiro adorador.

Clique aqui e veja o sonho na íntegra.

Seja um Missionário, curta ou compartilhe que você estará contribuindo com as Missões. Que Deus lhes abençoe grandemente.

 Download

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.